Buscas

ESPORTES PARALÍMPICOS

Postada: 14 de julho de 2019 · 23:58 | Atualizada: 23 de julho de 2019 · 20:38

146

Bruno Carra fica com o quinto lugar no Mundial de Halterofilismo do Cazaquistão

 Ivo Felipe/CPB
O halterofilista garantiu o quinto posto ao erguer 175kg em sua segunda tentativa
O halterofilista garantiu o quinto posto ao erguer 175kg em sua segunda tentativa

Bruno Carra passou perto do pódio neste domingo, 14, no Mundial Paralímpico de Halterofilismo, em Nur-Sultan, no Cazaquistão. O paulista de Salto ficou com a quinta colocação na categoria masculina até 59kg e registrou o melhor desempenho brasileiro adulto até o momento na competição. O Mundial se estende até 20 de julho e conta com 11 representantes brasileiros entre os 488 atletas de 76 países, no Congress Center.

O halterofilista garantiu o quinto posto ao erguer 175kg em sua segunda tentativa. Na derradeira chance, elevou a pedida aos 184kg que lhe renderiam a medalha de bronze. Por pouco, não teve validado o movimento que asseguraria a ele um lugar no pódio. O ouro ficou com o egípcio campeão paralímpico Sherif Osman, com 196kg. A prata foi para o chinês Yongkai Qi (195kg), e o bronze para o chileno Juan Garrido, com 184kg.

"Cometi um erro na minha primeira tentativa e isso acarretou em eu ter de ir direto a um peso maior na última chance. Mas eu saio com a sensação de que dei o meu melhor. A competição em si foi boa", disse Bruno, 30.

O quinto lugar também é a melhor performance de Bruno Carra em Mundiais. Há dois anos, na Cidade do México, ele havia ficado com o sétimo posto. O atleta volta agora seu foco à preparação aos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, de 23 de agosto a 1º de setembro. Bruno é duas vezes medalhista de prata na competição (Guadalajara 2011 e Toronto 2015) e tentará a terceira láurea consecutiva neste evento.

Nenhum atleta do Brasil compete nesta segunda-feira, 15, em Nur-Sultan. Na terça, 16, a paulista Mariana D'Andrea tenta subir ao pódio da categoria feminina até 67kg a partir das 6h40 (de Brasília). O paraibano Ailton de Andrade vem logo na sequência, na divisão até 80kg, a partir das 9h30.

O Brasil já tem três medalhas nesta edição, todas no Mundial Júnior. Lucas Manoel (ouro até 49kg), Marcos Terentino (ouro até 54kg) e Vinicius Freitas (prata até 80kg) já subiram ao pódio. Em 2017, no Mundial do México, foram ao todo quatro medalhistas: Lucas Manoel (ouro), Mateus de Assis (prata) e Vitor Afonso (bronze) entre os jovens, e, ainda, o bronze obtido pelo baiano Evânio Rodrigues, na divisão até 88kg, entre os adultos.

Crédito: Comitê Paralímpico Brasileiro
 Hello!

Comente abaixo

Sobre: Bruno Carra fica com o quinto lugar no Mundial de Halterofilismo do Cazaquistão
Nome

<− Clique! Não sou robô...