Buscas

SAÚDE

Postada: 04 de setembro de 2019 · 23:48 | Atualizada: 04 de setembro de 2019 · 23:48

74

Sinais de ataque cardíaco na mulher é diferente do homem - destacamos 8 sinais

 Cura Pela Natureza
Os sintomas de um ataque cardíaco nas mulheres são diferentes, não são os mesmos que os homens sentem
Os sintomas de um ataque cardíaco nas mulheres são diferentes, não são os mesmos que os homens sentem

Quando o fluxo de sangue que vai para o miocárdio (músculo cardíaco) é bloqueado ou interrompido, acontece o ataque cardíaco.

Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio.

O ataque cardíaco está entre as mais graves de todas as doenças cardiovasculares, que já são o principal motivo de mortes no mundo todo, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

As complicações cardiovasculares estão na frente do câncer, das guerras e do álcool.

E, para as mulheres, a situação é ainda mais grave.

Elas têm menos chances de sobreviver ao primeiro ataque cardíaco do que os homens.

Isso porque os sintomas da doença são bastante diferentes entre os sexos.

Nas mulheres, para piorar, o ataque cardíaco é, geralmente, “silencioso” ou apresenta sintomas incomuns.

Um estudo realizado com 515 mulheres que sofreram um ataque cardíaco relata que 80% delas tiveram pelo menos um sintoma, pelo menos quatro semanas antes do ataque cardíaco.

Veja oito sintomas de um possível ataque cardíaco em mulheres:

Dor no peito

Esse é o sinal mais comum de ataque cardíaco em homens e mulheres.

A dor no peito aparece em forma também de aperto ou pressão.

Muitas mulheres podem sofrer um ataque cardíaco sem ter nenhum desconforto no peito.

Cerca de 29,7% das mulheres pesquisadas experimentaram desconforto no peito nas semanas anteriores ao ataque.

Além disso, 57% tiveram dor no peito durante o ataque cardíaco.

Cansaço extremo

Nas semanas que antecedem o ataque cardíaco, é comum observar fadiga extrema.

A sensação de esgotamento também pode acontecer logo antes do ataque ocorrer.

Sensação de fraqueza

Esse é um sintoma importante de ataque cardíaco em uma mulher.

Essa fraqueza ou agitação pode ser acompanhada por: ansiedade, tontura ou desmaio.

Falta de ar

Falta de ar ou respiração difícil pode ser sinal de problemas cardíacos.

Principalmente se for acompanhada de fadiga ou dor no peito.

Suor excessivo

Suor excessivo, suor frio e úmido também podem ser um indicador de problemas cardíacos.

Dor na parte superior do corpo

As áreas que podem ser afetadas incluem: pescoço, mandíbula e parte superior das costas ou um dos braços.

A dor pode começar em uma área e se espalhar para outras, ou pode surgir repentinamente.

Dificuldade para dormir

Durante o estudo, quase metade das mulheres relatou problemas com o sono nas semanas anteriores a um ataque cardíaco.

Esses distúrbios podem envolver: dificuldade para dormir, acordar várias vezes durante a noite e cansaço.

Problemas estomacais

Dor ou pressão no estômago podem surgir antes de um ataque cardíaco.

Além de indigestão, náusea e vômito.

A idade (acima de 55 anos), histórico familiar, estado geral de saúde (pressão alta e colesterol), doenças como diabetes, obesidade e distúrbios autoimunes, endometriose e estilo de vida, como uso de tabaco ou drogas estimulantes, por exemplo, cocaína ou anfetaminas, e sedentarismo aumentam o risco de ataque cardíaco.

Para se prevenir, veja aqui quais são os 10 alimentos que vão limpar suas artérias e proteger contra infarto e ataque cardíaco.

Mas importante: mesmo sentindo um ou mais desses sintomas, não se desespere.

Eles são comuns também em outros problemas de saúde.

Por isso o ideal é procurar ajuda de um profissional da medicina, para que ele faça o diagnóstico real do seu caso.

Crédito: Cura Pela Natureza/ Pati Levy
 Hello!

Comente abaixo

Sobre: Sinais de ataque cardíaco na mulher é diferente do homem - destacamos 8 sinais
Nome